quarta-feira, março 25, 2009

Eu e ponto

A partir desta quinta, minha coluna no Noblat está assinada pela jornalista que mora em Paris e escreve este blog. E ponto, nada mais. O próprio dono do blog e minha gurua Vanda Célia assim me aconselharam. A briga dos mau-humorados é com a instituição, não comigo. Chega de ser boi de piranha.

Aos adeptos das teorias conspiratórias, eu vi, sim, isso aqui - mas uma coisa não teve a ver com a outra. Me comovi muito mais com a repercussão dos comentários ali embaixo, meus amigos e leitores (hm, que chique) tentando me proteger, olha que fofos.

E para ficar bem facinho, a coluna desta semana (que despertou bem menos polêmica que as anteriores, apesar do tema bem mais controverso) está bem aqui.

7 comentários:

Jose Maria disse...

Oi Carol.
Parabéns pelo blog. Já comecei a gostar de você pelo seu gosto musical. Beatles no I-pod? Maravilha. Sou fã de carteirinha desde 1966. Ouça também Deep Purple (disco Machine Head), Triumvirat(banda alemã excelente,disco Spartacus), Rick Wakeman (disco Rei Arthur), Zé Ramalho cantando Bob Dylan (disco Tá tudo mudando) e Los Hermanos (Ventura). Vale a pena. Filme para dar boas gargalhadas: "Um convidado bem trapalhão", com Peter Selers.
Um grande abraço e sucesso com blog. Seu amigo aqui de Belém(PA).
José Paheta (josepalheta@hotmail.com)

Ana Chalub disse...

amiga,

é lamentável, mas entendo sua decisão. que coisa mais chata esse tanto de comentáro grosseiro que vi no noblat! daqui a pouco vai ter gente dizendo que, devido aos questionamentos legítimos de brasileiros indignados, você decidiu esconder que trabalha na câmara.

bjos

déborah disse...

mas será que nem isso adianta?
que povo mais chato!!

Mari disse...

Carol, a coluna dessa semana no Noblat tá tao bem escrita! Uma delícia! Estressa com gt grossa nao! Continue com o seu belo trabalho pq a gt se diverte em ler vc! :) Vem pra minha formatura? Dia 5 de Junho! Beijos, Mari

Renato disse...

Me desculpe a sinceridade, minha amiga, mas esse é o "risco" que jornalistas correm ao escreverem para um veículo de grande visibilidade. Críticas, ações judiciais, mesmo não nos desagradem, não tenham fundamento, fazem parte do exercício jornalístico, da democracia. Creio que o Blog do Noblat faça parte desse ciclo.

Se não há nada de errado em estar licenciada da TV Câmara - e não há, até onde sei - para acompanhar cônjugue, seja em Paris ou no Cazaquistão, não vejo motivo para motir tal informação. A omissão, sim, deixa brecha para especulações, para maldades. Deixe esse atitude para os ocupantes das cadeiras do plenário.

Felipe Campbell disse...

E você já é tão famosa que Carolina Nogueira virou um nome auto-explicativo.

Anônimo disse...

Carolina, acho uma pena você ter mudado sua apresentação. Talvez seja o caminho mais fácil, mas você já olhou lá quantas pessoas me acusaram de fazer um doutorado que não tem fim e às custas do erário? Recebo semanalmente perguntas sobre quando vou terminar o doutorado e recebi muitas críticas e comentários grosseiros sobre "contribuir para o Brasil" em lugar de estar na Suécia. Deixa pra lá! Parabéns pela sua garra e continue firme! Eu, que nem sou jornalista, aguentei a barra, você também vai aguentar e sair dessa. Apresente-se como você quiser e bem entender e leia o artigo que saiu no Noblat há tempos: http://oglobo.globo.com/pais/noblat/post.asp?t=topicos-de-leitura-apressada-superficial&cod_Post=82134&a=112 Boa sorte!