quarta-feira, março 04, 2009

O motivo

Um mês de férias no Brasil, para me dar a certeza do retorno. Para me restituir meu porto-seguro, muito embora esse substantivo composto devesse estar no plural. Tantos reencontros importantes que não caberiam em palavras, muito embora o mais importante deles esteja agora publicado num livro.

Eu, Ana e Isa escrevemos um livro sobre os noventa anos da minha vó Josélia, o maior e mais importante motivo dessa viagem de férias. Bem aqui, no portfólio da Ana, dá para ler página por página dessa história que me enche de um orgulho duplo - pelo privilégio de fazer parte da vida dessa mulher forte e extraordinária e também por ter parido com minhas primas um filhote tão lindo como esse livrinho. Que será o primeiro de uma série, se Deus conservar minha falta de auto-crítica.

Voltei, e prometo abandonos mais curtos das próximas vezes.

14 comentários:

lucila disse...

Carol,
tava morrendo de saudades!
Eu tava aqui lembrando da nossa visita à casa de Balzac e das nossas conversas naquela tarde...
UM LIVRO!!
Fico muito feliz por sua "falta de auto-critica" ter te deixado dar esse passo amiga! Parabens!
Um beijo do tamanho da minha saudade!

Bailarina disse...

Carol, parabéns! Que bacana a idéia do livro! Tô triste de não ter conseguido vê-los nesses dias. Fica, então, a torcida pra voltarem logo! Beijões

Eliane disse...

Carol, que história mais linda... e contada com toda essa poesia, estou com os olhos rasos d'água!

Li

Felipe Campbell disse...

Só não entendi o "pra me dar certeza do retorno".

E quero abandonos curtos mesmo.

Beijocas

Anônimo disse...

Cara Carol,

Como vai? Também sou jornalista aqui no Brasil e gosto muito dos seus textos. Gostaria saber de você se está gostando do curso de literatura lusofona, tenho muita vontade de fazer um mestrado na frança, mas ainda estou terminando meu curso de francês. Os professores são bons?

Abraços

Michelle Horovits

Gigi disse...

Oi Carol!

nossa, que LINDO o livro! Texto, ilustrações, carinho, tudo!
Há muito tempo atrás, ainda na Unb, escrevi uma biografia da minha avó (na verdade tia-bisavó e mãe de criação) Dinha, para a aula de Oficina de Texto. Morro de arrependimento por não ter guardado direitinho, pois agora só tenho as histórias dela na memória...
Parabéns pela realização!!!

bjos

Tia Consuelo disse...

Carol, sua mãe me deu seu blog e vou acompanhá-la sempre! Adoramos participar da festa de sua avó, junto com todos vcs. Um reforço a uma amizade de mais de 40 anos!!!
Foi gostoso ver vcs, antes crs e adolescentes em Brasília, Beagá e Cabo Frio, agora responsáveis mães e pais de João, Pedro, Luise, Beatriz, Lucas e dos "novatos" que vem por aí.
Qaunto ao livro, só tem recebido elogios de todos a quem já mostrei.
Por isso, não só pode como deve continuar. Tudo de bom para vc, Beto e crs, um beijo da tia Consuelo, uai!

viajante disse...

Estou tão feliz por você ter voltado!! :)

Conheci o seu blog um pouco antes de vir morar na França (tem mais de uma ano) e esse mês de abandono me fez ver o tamanho do meu vício em Le Croissant.

Adoro os seus textos e quero muito ler o livro de vocês mas o link não está abrindo... sou só eu?

Bem-vinda de volta!

Cristina

Flavia disse...

Carol, mulher, a gente nem se conhece pessoalmente ainda mas acho até que te conheço graças ao blog, que leio sempre (apesar de não ser lá muito chegada em deixar comentários) e confesso também que fiquei com saudades! Mas que delícia saber do livro, que homenagem bonita e que texto poético, gostoso de se ler. Parabéns!
Bora ver se esse ano a gente se encontra, porque depois mudo para periferia e ai mesmo que vai complicar.
Bjs

Ana Chalub disse...

só tenho uma palavra: emocionante!

Paola disse...

Carol, fui lá dar uma fuçadinha no livro e... caramba! Estou com os olhos rasos d'água!!

Linda a história e lindo o relato. Se esse foi o primeiro, que venham logo os outros!!!

Beijos e saudade

Paola disse...

Carol, fui lá dar uma fuçadinha no livro e... caramba! Estou com os olhos rasos d'água!!

Linda a história e lindo o relato. Se esse foi o primeiro, que venham logo os outros!!!

Beijos e saudade

Paola disse...

Carol, fui lá dar uma fuçadinha no livro e... caramba! Estou com os olhos rasos d'água!!

Linda a história e lindo o relato. Se esse foi o primeiro, que venham logo os outros!!!

Beijos e saudade

Luciana disse...

Carol,

Lindo o livro de sua avó!

Amei

Luciana (do Recife)