segunda-feira, agosto 30, 2010

Vida autoral

Uma vez escrevi sobre isso no Blog do Noblat: da lindeza que é o hábito dos livreiros parisienses de oferecer a seus fregueses uma crítica de próprio punho dos seus livros preferidos.

Num post-it ou papel de bilhete qualquer eles distribuem suas impressões e análises, que muitas vezes não fariam feio se publicadas em nenhum jornal de cultura.

Uma vez um amigo considerou comigo como deveria ser difícil escrever um blog – dos riscos de não saber se tal ou tal assunto agradaria ou não ao seu dileto leitorado. Respondi: eu não sei, ué. Eu só escrevo.

Acho que é disso que se trata escrever: assumir escolhas, tornar-se autor de si mesmo. Tomar posse da nossa própria visão de mundo, corajosamente. Numa página em branca do word, num blog, num post-it.

7 comentários:

Caso me esqueçam disse...

você me fez tomar uma decisao importante: abrir meu blog pra pesquisas no google. :P
voce sabe, nesse mundo de hoje, gente que a gente ama e gente que nao ama a gente pode ler tudo. nesse mundo de hoje...

Ana disse...

Que bom que você entendeu isso ainda jovem, Carol. Eu demorei um pouco... rs... Mas o melhor é que não tem caminho de volta, né?
Beijo.

Ana Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Paula disse...

oi Carol!! nossa, parece que o post foi feito pra mim. na parte de se preocupar se o assunto é interessante ou não. não sei se lembra de mim, eu entrei em contato contigo no final do ano passado contando que lia seu blog e que estava fazendo mestrado em Tours. comentei da minha vontade de escrever e de colocar em um blog, mas q achava q nao escrevia tão bem assim e vc me encorajou. =)
pois bem. acabei de inaugurar meu primeiro blog. =))) ficaria muito feliz e lisonjeada com sua visita. tudo de otimo pra você!! beijos!!

Carol Valadares disse...

Carol, todos os dias aguardo ansiosamente seus posts! Adoro o estilo do seu texto e me divirto lendo seu blog!
Assinado: xará

Leandro Wirz disse...

Ótimo a sua sacada sobre o que fazemos. E, de fato, um charme o hábito das críticas e comentários manuscritos na vitrine da livraria.

Felipe disse...

Pois é, o lance é ter aceitação às criticas e comentarios jocosos. Eu to pensando em abrir um site pra fazer coisas mais pessoais, analises de livros, filmes, joguinhos, seriados, musiocas, shows... pretensão zero, diferente do finado TSN...

beijocas