segunda-feira, agosto 04, 2008

Monotema

Os compadres dos meus pais têm duas filhas e nós crescemos todas juntas: as duas deles e as três lá de casa, só menina. Quase sempre eram as cinco juntas, mas às vezes essa gigantesca diferença de quatro anos que nos separa se impunha. A turma se dividia em subgrupos, e aí é que vinha o problema, porque a tia se esqueceu de fazer uma menina da minha idade.

Expulsa dos papos ultra-secretos das pré-adultas de onze anos e completamente sem saco (nem energia) pras pirralhices das duas magricelas mais novas, eu acabava brincando sozinha.

Quando eu tinha doze anos o problema começou a se resolver, porque meio de acidente meus pais produziram quem (me) faltava. A princa veio ao mundo pra ser meu par.

Claro que ela veio também fazer outros milhares de coisas, tipo falar a coisa certa na hora certa pra cada uma das amigas, manter a calma quando todo mundo desespera e ter as manhas de criar soluções inteligentes e estéticas usando um pedaço de pano vermelho. Mas eu falo egoistamente, mesmo, no que me concerne: ela veio ao mundo pra brincar comigo.

9 comentários:

Mateus disse...

Prima, pois é, eu tinha que estar no primeiro subgrupo, que entrei por conta da idade (que hoje em dia faz muito pouca diferença...)e joga culpa na D. Ula de não ter tido uma Carol!!! Mas,semana retrasada me peguei lembrando de um dos vários eventos que aprontamos, uma greve geral, todas juntas, meninas, dizendo que o "pau ia quebrar se a gente não fosse passear..." Que o local dos nossos pedidos era o Jardim Zoológico, onde levei o Teteu pela primeira vez. Ao comprar os ingressos, comecei a rir sem parar, lembrando que além de tudo, a gente ficava escondida dentro da mala do carro. Devia ser pelo valor altíssimo do ingresso (R$ 2,00)... Acho que ficou de bom tamanho, as cinco, depois seis, e com a Alê e a Mari umas oito... Agora estamos na fase dos meninos... mas sempre rodeada de meninas...! Beijos!

Grupo QI-17 disse...

Bons tempos pra serem lembrados, né turma das "crianças unidas jamais serão vencidas"!
agora estamos esperando ansiosamente a nova safra para vencerem vocês e nós, os avós...
Que venham e cresçam as novas crianças das nossas familias, pra nos fazerem mais felizes ainda...

Felipe Campbell disse...

Cara, você tá a cara da Sabrina na foto. Achei que era ela...

Todas lindas. :)

Anônimo disse...

naninanananão: a sua princawinka, a minha decapindeca, a nossa deig, veio pra completar a vida. nem minha nem sua, a do mundo. :) te amo, mana. a gente precisa falar em mais saudade? a minha chega sai pelos cabelos, sabe como?! ;-) beijão. sá.

deborah_nogueiraa disse...

ai cá! que linda você! e a melhor parte foi te ver brincando de isketch! eu na verdade, ia ficar bem mais feliz se você fosse um pouquinho menos virtual nesses últimos tempos.. mas eu sei e você sabe, já que a vida quis assim...
te amo MUITO, irmã!

Felipe Campbell disse...

Esse blog tá muito "te amo muito irmã".

Beijocas chatonildas!!!

Carol Nogueira disse...

O Felipe com sempre preciso e delicado. Tá mesmo, eu já mudei de assunto. Mas só mais uma vez: te amo muito irmãs! :o)
Beijos em todos.

Carol Nogueira disse...

O Felipe com sempre preciso e delicado. Tá mesmo, eu já mudei de assunto. Mas só mais uma vez: te amo muito irmãs! :o)
Beijos em todos.

Anônimo disse...

Liga não mana, dá pra entender o motivo da inveja!
ps: ela veio pra brincar co"migo"!
ju