quarta-feira, abril 29, 2009

Lygia

Vai dar uma da manhã e cá estou, completamente acesa - e a culpa é desta senhora aí em cima. Pior: não estou até essa hora escrevendo a dissertação (que é o que eu deveria). Eu simplesmente não consigo dormir desde que descobri que ela está sendo reeditada. Toda a obra dela, revista pela própria autora, posfaciada por intelectuais escolhidos por ela e o que é mais incrível: o meu romance, As Meninas, está ampliado de quatro ou cinco linhas. Quatro ou cinco linhas totalmente novas! Tem idéia do que eu faria para ter esse livrinho de capa rosa nas mãos agora?

Tietagens à parte: estou verdadeiramente emocionada de vê-la na ativa. Há anos que tento encontrá-la, sem sucesso. Fiz mil caraminholas na minha cabeça, de que ela estava deprimida desde que perdeu o filho, de que tinha perdido o gosto pela vida. Que errada eu estava, ainda bem! Aí está ela, cheia de energia, linda como sempre, inspiradora como nunca.

4 comentários:

déborah disse...

e eu, tendo que estudar, fiquei aqui uns cinco minutos vendo essa senhora fofa falar! mó delicinha, né?
podexá que eu vejo se arrumo o seu exemplar!

Kia disse...


Com a dedicatória da autora tá!
Bjs

Felipe Campbell disse...

Eu to lendo bukowski, um ser um tano escatológico.

Anônimo disse...

I know where you live, it's near Quai Louis Blériot...