sexta-feira, dezembro 18, 2009

Efêmera como a neve

O mais legal da neve em Paris é que não é todo dia.

E eu não digo isso só como a brasileira não plenamente adaptada às baixas temperaturas. Digo também como a brasileira que pouquíssimo viu neve na vida - e que se encanta quando vê.

Deve ser muito difícil se deslumbrar com a neve no Canadá, na Groenlândia e nesses outros países que a gente só conhece do tabuleiro do War. Lá todo mundo está cansado de ver neve, e a chance de se passar por caipira deve ser gigante.

Aqui, não. Aqui, a gente pode ficar parado olhando que nem um bobo, chamar as crianças pra fazer boneco de neve, fazer guerrinha. Pode até descer pra tirar foto na neve que tudo bem. Tudo bem mesmo. Todo mundo está - mais ou menos explicitamente - fazendo a mesma coisa.

E tem que fazer mesmo. Porque amanhã ela já não está mais lá - e a vida, vocês sabem, não gosta de esperar.

4 comentários:

Marilena disse...

Acho que vc tem razao. Na primeira neve que caiu este ano nós ficamos deslumbrados e todo mundo fazendo cara feia. Até fiquei timida de tentar fazer um boneco de neve. Eu fico sempre torcendo pra nevar e todo mundo reclamando que vai nevar algum dia.

um beijo

Leandro Wirz disse...

Bela foto e acho que meu e-mail tá respondido.

Anônimo disse...

Carol, eu por enquanto estou boba e deslumbrada por ver a neve que cai aqui em Calgary, Canadá. :) Fiquei encantada quando descobri na internet os vários formatos dos cristais de neve e mais encatada ain da quando eu vi a olho nu esses cristais nas minha janela, é muito lindinho! Estamos nos planejando pra brincar e fazer o nosso primeiro boneco na neve. Depois postarei no nosso blog. Aqui, ao contrário de Paris, a cidade fica branquinha por um longo tempo hehe.
Beijão! Gabi.

Anônimo disse...

...que a vida não gosta de esperar, a vida é pra viver, a vida é pra levar: Cá, mana, Saravá! :) beijo, sá.