sexta-feira, março 12, 2010

Filosofia infantil

Esbarrei há algum tempo num compêndio de frases infantis que me fez dar aquelas gargalhadas ternas que só crianças arrancam da gente. A que eu me lembro com mais fofura: "O ministro do interior é o representante do governo que se ocupa da decoração". E quem ousa dizer que não é verdade?

Os franceses gostam de dizer que a filosofia sai da boca das crianças - e quanto mais eu conheço o João e o Pedro, mais eu concordo com isso.

Pois toda a sabedoria infantil dos meus pequenos está agora no Twitter. Um jeito de não deixar as filosofias cotidianas dos dois se perderem por aí - e de corujá-los mais um pouquinho.

Para saber o que passa pelas cabeças mais rápidas desta casa, follow eusouopepe e eusouojuju. Ocasionalmente (mas bem ocasionalmente mesmo) este humilde blog também tuita pelo le_croissant.

7 comentários:

déborah disse...

achei a melhor ideia dos ultimos tempos! :)

Yashá Gallazzi disse...

E eu aqui pedindo Twitter da Carol, todo empolgado com a ideia de segui-la...

Então ela resolve mostrar porque é INTELIGENTE PRA CARAMBA e resolve criar também um pro João e pro "Pepê", que já nos têm como fãs desde a primeira hora.

Obrigado, Carol!!!

Emiliana disse...

Oi Carol! Uma delícia esse seu post...meu Gabrielzinho, no auge de seus 4 anos, e na sua nova vida fica me fazendo umas perguntas tipo: "mãe...na Espanha tem mais "gente" que na "Fãnça"???" Eu penso eu com meus botões...será que com 4 anos eu sabia da existência da Espanha? :) ... Um beijo a você e seus pequenos lindos!

Leandro Wirz disse...

tô seguindo os moleques no twitter.

Leandro Wirz disse...

Aliás, leia "Garoto esperto", textoo que publiquei lá no mar de coisa. Acho que vc vai gostar.

ELEONORA disse...

Na exposição deste mês no Museu da Língua Portuguesa, na Estação da Luz, em São Paulo, tem uma frase que eu achei o máximo e que me lembrou muito meus filhos, que entre as filosofias que dizem, também inventam novas regras de português (como a do "cadê-la" e "eles feram", em vez de "eles fizeram"): "As crianças dão à língua a lógica que ela não tem".

Anônimo disse...

Amei...bjs, tia Geleia