terça-feira, abril 06, 2010

Complexo de castração

Toda história que se escreve é a materialização de outra não escrita. Todo texto no papel é resultado de uma opção feita em detrimento de outras milhares de possibilidades não concretizadas, outras milhões de palavras negligenciadas, que poderiam ter sido e nunca foram, abortadas antes mesmo de se pensar em existir.

É quase metafísico isso, mas a sensação de incompletude me paralisa.

A impossibilidade de contar todas as histórias me leva a não contar nenhuma - por respeito aos incompletos, aos inconclusos como eu.

6 comentários:

Docinho disse...

Faço das suas palavras as minhas!!!!!!!

Beijos!

déborah disse...

eu acho que tudo o que é tem razão pra ser justo pelo que não foi. acho que não é deixar de escrever em respeito ao que não foi escrito, mas escrever porque o que é escrito de repente, pra vc ou pra alguém, tenha mais significado do que o que não foi.
pra que privar o mundo de uma coisa boa (uma ideia boa, uma história bem desenvolvida, que te diz muita coisa) só porque ela é melhor do que as outras? é errado ser muito bom?

SMaria disse...

Mas Carol pensa bem, que bobagem! Voce escreve t`ao bem, escreva compartilhando nossas incompletudes, pois tal 'e a nossa natureza!

O resto 'e ilus~ao de onipotencia- residuos juvenis....mais 'ca passe.
Sonia

Mirelle Siqueira disse...

Ola! Eh a primeira vez que comento um post por aqui, apesar de ler com frequencia seus escritos.

Espero que a agonia seja passageira e que vc continue contemplando seus leitores com os textos inteligentes, sensiveis e divertidos que vc publica.

O que não foi e o que não existe merece ficar exatamente aonde lhes cabe, no imaginario. Sao os fatos e pensamentos verdadeiros que precisam ser compartilhados, divulgados.

Você faz isso muito bem, continue.

Beijos!

Anônimo disse...

CAROL, mais uma vez voce sabe revolver os sentimentos mais escondidos..Acho muito pertinente o que vc disse.As vezes, eh a ansiedade de necessitar colocar os sentimentos para fora, junto ao sentimento de colocar o verdadeiro ao inves de coisas que podem soar distorcidas, sei la... Mas seus textos sao muito verdadeiros, e vc eh uma verdadeira escritora.Nao deixe nada te paralisar..bjs,Tia Geleia

Juliana disse...

Ca,
concordo que nem tudo precisa ser dito ou compartilhado...
afinal, temos o direito de escolher o melhor momento para contar nossas estórias, né? o melhor momento para nós mesmas!
mais uma vez um texto espetacular!
bjim...