sexta-feira, setembro 26, 2008

French hair day

O que você acha do cabelo dessa moça aí em cima? (a) Horrível, é por isso que ela está com essa cara.
(b) Está meio mal-feito, mas era pra ser um desalinhado-alinhado.
(c) Super conceitual.

Quando eu cheguei por aqui, também marcaria (a) sem pensar duas vezes. Mas hoje em dia, sabe?, eu hesitaria entre (b) e (c). Eu sei que é horrível, desgrenhado, pôdi, mas de tanto conviver com a desgrenhice alheia, eu passei a entender a função estética do cabelo mal-penteado. Que vem a ser a de... informalizar o look. (Eu preciso dizer que quando eu cheguei por aqui eu também abominava reticências, mas de tanto ver os franceses usarem isso em todo texto jornalístico, eu... adoto de vez em quando! É legal pra... dar um suspense!).

Enfim, voltando, sabe quando você sai com aquela roupa linda mas totalmente formal? Tipo casaco combinando demais com a calça? Ou então com um vestido rosinha? Tipo do look-bonito-mas-comportado-demais? Você sente que precisa quebrar aquela formalidade, mas como? Um corte de cabelo curtinho todo desalinhado cairia sob medida, mas você corre o sério risco de se arrepender no dia seguinte. É aí que entra o coque desgrenhado! Ele é feio, mas funciona.

De vez em quando, confesso, demoro uns vinte minutos pra fazer um coque-de-qualquer-jeito. Cada mechinha fica exatamente no lugar que deveria, mas parece que foi ao acaso. Ah, o trabalho que dá imitar o caos! Depois de sucumbir a essa mania nacional francesa resolvi abordar o assunto no Maria. Vai lá que está cheio de fotinha.

3 comentários:

Felipe Campbell disse...

Tenho loucura com coque que deixa fiozinhos escorrendo de frente à orelha. E o pescoço de fora. Absolutamente sensacional.

Eliane disse...

Como é bom ter visto de perto essa moda...

Dante Accioly disse...

Acabei de descobrir que... Também gosto de... Criar... Suspense.